3 de outubro de 2017

Comércio de SP fecha setembro com alta de 3,8% nas vendas, calcula Associação Comercial de SP

São Paulo, 3 de outubro de 2017. O comércio da capital paulista encerrou o mês de setembro com crescimento médio de 3,8% no movimento de vendas (à vista e a prazo) na comparação com igual mês de 2016, de acordo com o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

“O resultado aponta para uma continuidade da recuperação do varejo, embora explicada em grande parte pela base fraca de comparação”, avalia Marcel Solimeo, superintendente institucional da ACSP. 

O aumento salarial e a queda da inflação ― baixando os juros e alongando os prazos ― favoreceram tanto as vendas a crédito quanto à vista em setembro: elas registraram resultados similares, com altas de 3,6% e de 3,9%, respectivamente, ante o mesmo período do ano passado.

Já no período acumulado de janeiro a setembro, o Balanço de Vendas da ACSP detectou ligeira retração (-0,7%) no movimento em relação aos nove primeiros meses de 2016. “A cada mês de 2017, as quedas do varejo ficam menos intensas, caminhando rumo à estabilização e, depois, à recuperação. No fim do ano, a expectativa é de um saldo levemente positivo”, adianta Solimeo.

Variação mensal

Na comparação com o mês anterior, as vendas em setembro registram queda sazonal média de 5,9%.

O sistema a prazo mostrou alta de 2,9%, estimulada por juros menores e prazos mais longos, tornando mais acessíveis, ao consumidor, produtos como móveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos. Já as vendas à vista recuaram 14,7% devido à base fraca de comparação com agosto, que contou com data comercial forte ― Dia dos Pais ―, liquidações de inverno e dois dias úteis a mais.   

Para o Dia das Crianças, a perspectiva da ACSP é de crescimento por volta de 3%.

O Balanço de Vendas é elaborado pelo Instituto de Economia da ACSP com base em amostra da Boa Vista Serviços. 

 

 

   

Mais informações:
Ana Cecília Panizza
Assessoria de Imprensa
apanizza@acsp.com.br
(11) 3180-3220 / 97497-0287