1 de setembro de 2017

Com resultado divulgado hoje, projeção para PIB no ano pode se aproximar de 1%, diz ACSP

São Paulo, 1º de setembro de 2017. Para o presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Alencar Burti, o desempenho do PIB no segundo trimestre de 2017, conforme divulgado hoje pelo IBGE, é um bom sinal para a economia brasileira.

“O resultado veio melhor do que o esperado, que era um zero a zero, em decorrência da forte turbulência política, que arrefeceu as expectativas, principalmente do consumidor”, diz Burti.

De acordo com ele, os crescimentos ―  frente ao trimestre anterior e a igual período de 2016 ― são “acalentadores” e indicam que a projeção para o PIB no fechamento do ano pode se aproximar mais de 1% do que de 0,5%. “O segundo semestre é costumeiramente mais aquecido em termos de consumo e isso vai ajudar, juntamente com a continuidade da queda da Selic”. 

O presidente da ACSP ainda chama a atenção para a diminuição dos gastos do governo no segundo trimestre, o que ajuda a política fiscal, embora as contas públicas continuem a registrar déficit.

 

Mais informações:
Renato Santana de Jesus
Assessoria de Imprensa
rjesus@acsp.com.br
(11) 3180-3220 / plantão (11) 97497-0287 

 

Sobre a ACSP: A Associação Comercial de São Paulo (ACSP), em seus 122 anos de história, é considerada a voz do empreendedor paulistano. A instituição atua diretamente na defesa da livre iniciativa e, ao longo de sua trajetória, esteve sempre ao lado da pequena e média empresa e dos profissionais liberais, contribuindo para o desenvolvimento do comércio, da indústria e da prestação de serviços. Além do seu prédio central, a ACSP dispõe de 15 Sedes Distritais, que mantêm os associados informados sobre assuntos do seu interesse, promovem palestras e buscam soluções para os problemas de cada região.