1 de agosto de 2017

Pesquisa AC VAREJO #37 Maio apresenta queda nas vendas

Em maio, frente ao mesmo mês de 2016, as vendas do varejo restrito (que não incluem veículos e material de construção) e do ampliado (que inclui todos os setores) do Estado de São Paulo mostraram quedas de 5,0% e 2,9%, respectivamente, apesar de contar com um dia útil a mais. Essas quedas decorrem fundamentalmente do elevado nível de desemprego e da menor disponibilidade de crédito, que mantêm baixa a confiança do consumidor.

Nos primeiros cinco meses do ano e no acumulado em 12 meses, contudo, houve perda de intensidade das contrações das vendas de ambos os tipos de varejo, o que poderia ser explicado pela base de comparação fraca do ano passado, além dos efeitos positivos da liberação dos saldos inativos do FGTS, da redução dos juros, do alongamento dos prazos de financiamento e do início da recuperação do poder aquisitivo dos salários, em função do recuo da inflação.

BAIXE AQUI O BOLETIM COMPLETO

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR OS INDICADORES DO VAREJO NO ESTADO DE SÃO PAULO.